Manual MYST I

Texto e comentários por: Adriana B. Portes.
Começando a Aventura.
Introdução a Série MYST.

Olá caro visitante, aqui começa a aventura no fascinante mundo de MYST criado pelos irmãos Rand Miller e Robyn Miller. Por volta de 1987 eles abriram uma empresa chamada Cyan em Spokane uma cidadezinha nos arredores de Washington, WA. O primeiro jogo da série foi lançado em 1993, dando início a uma nova forma de entretenimento no mercado de jogos de computador. Leia a introdução na Série MYST. Posteriormente foi lançada uma versão mais moderna, em 24 bits – truecolor, chamada de MYST I Masterpiece.

No ano 2000 foi lançada uma outra versão de MYST o Real MYST. Esta versão de aniversário veio com gráficos aprimorados, todos remodelados dando um efeito 3D Plasma mais verossímil ao cenário e com uma Era a mais chamada Rime, que é citada inclusive no jogo MYST IV Revelation. Infelizmente esta versão só foi vendida na Europa e nos Estados Unidos.

O manual que estou disponibilizando aqui, foi baseado em minha própria experiência jogando MYST, então podem existir outras formas mais fáceis ou mais difíceis de explorar este mesmo jogo. Também saliento que as instruções referem-se somente ao jogo original lançado em 1993. Portanto não darei instruções a respeito da Era Rime nesta parte do site. De qualquer forma esta é uma página em constante construção e você poderá saber mais sobre a Era Rime no setor destinado ao Real MYST.

Por ser um jogo considerado primitivo comparado com os padrões atuais de jogos, MYST não exigirá muito do seu computador, por outro lado, isso traz algumas desvantagens no que tange a resolução e as imagens. Os gráficos são apurados, mas não mostram todos os detalhes sutis, os quais estamos acostumados em jogos atuais. A jogabilidade é bem simples e você poderá explorar qualquer uma das Eras de forma independente, não importando por onde você começará o jogo. O importante é solucionar os enigmas para voltar para a Ilha MYST tentando capturar as valiosas páginas dos Livros Prisão de Sirrus e Achenar. Sua meta será libertar um dos três personagens principais: Atrus, Achenar ou Sirrus e cabe a você decidir isto na conclusão da aventura. Você deverá capturar as páginas não somente para ter mais e mais informações sobre estes personagens, mas também para receber a pista final do jogo e talvez conseguir seu objetivo. No mínimo você terá que visitar cada Era uma vez. Sugiro então, que você salve o jogo em cada etapa explorada.

Para retomar um patamar salvo você precisará iniciar a apresentação e chegar na Doca de Madeira, na frente da ilha, depois deverá levar seu mouse até a parte superior-esquerda da tela e escolher o item files e depois restore game, para então restaurar um jogo salvo anteriormente. Ás vezes o sistema não reconhece jogos salvos se você tentar abrí-los no início da apresentação. Atenção: não existe uma versão em português deste jogo, mas isto não é motivo de preocupação, mesmo sem conhecer muito bem o idioma inglês você poderá entender toda a temática do jogo, pois ele é muito intuítivo.

Você terá uma movimentação linear e poderá usar os ícones em formato de mãozinhas, marca registrada da série, para direcionar suas ações e poder interagir com os objetos. Para entrar em uma Era bastará somente tocar na imagem da foto dentro de cada Livro de Ligação indicado. E toda vez que você voltar para um jogo já salvo dentro da Ilha MYST, você verá a imagem abobadada da parte interna da cúpula da Biblioteca. Lá será seu ponto de partida e chegada. Para quem já jogou Uru Ages Beyond MYST antes de jogar MYST, terá gratas coincidências, como o som de transferência quando viajamos para uma Era ou o ambiente tanto da ilha como da Biblioteca, que lembram um Relto.

Detalhes sobre o enredo do jogo.

MYST é o nome de uma ilha misteriosa ou mitológica como queiram. Este lugar abriga uma série de construções, cada uma com significado próprio. A construção mais importante é o Prédio da Biblioteca, que nada mais é do que o coração da ilha. Através desta Biblioteca o explorador poderá visitar uma série de outros mundos, um mais belo e enigmático do que o outro, utilizando livros muito especiais chamados pelos D’ni de Livros de Ligação para as Eras. Mas o que são Livros de Ligação ou Linking Books? São livros vivos, os quais tornam-se portais de entrada ou saída de determinados lugares, mundos e civilizações. Os Livros de Ligação foram criados por uma antiga civilização chamada D’ni, lê-se Dunny. Os D’ni viveram no subterrâneo do planeta Terra por muitas gerações, até que a ambição, as guerras e o egoísmo levaram os D’ni ao colapso e ao desaparecimento quase total. Alguns poucos D’ni vieram para a superfície, outros refugiaram-se em Eras distintas e alguns tentaram reviver a glória da antiga civilização em seu auge de séculos atrás.

Atrus, o atual habitante da Ilha MYST é um entusiasta, que um dia espera dar um novo futuro para os remanescentes de seu povo. MYST I começa trinta anos depois de Atrus romper definitivamente com seu pai Gehn e casar com sua amada Catherine, que é nativa de Riven.

Há trinta anos, Atrus travou uma luta contra seu pai em Riven. Desta luta resultou o casamento de Atrus com Catherine. Gehn terminou por ficar preso em Riven e neste lugar, ele começou seus planos para reviver a glória dos D’ni, se transformar em um verdadeiro deus para os nativos de Riven e finalmente libertar-se do seu exílio forçado.

Atrus e Catherine fugiram para a Ilha MYST, onde já tinham encontrado-se anteriormente e estabeleceram uma família. Enquanto isso em Riven, Gehn não mediu suas ações, ele com sua atitude violenta e egoísta deteriorou Riven para tentar reviver a sua própria dinastia de poder.

Atrus nunca aceitou a posição do seu pai. E Gehn nunca aceitou muito bem o filho, que ao nascer causou a morte de sua mãe Keta. Desde muito pequeno Atrus foi criado por sua avó paterna Anna, que vivia em um dos desertos da superfície da Terra. Gehn ainda tentou forçar Atrus a entender sua natureza e a aprender a Arte de confecção dos Livros de Ligação. Contudo Atrus já havia contaminado-se com a visão pacífica e responsável sobre a confecção de Eras, defendida por sua avó Anna.

De qualquer forma Atrus foi encaminhado para estudar a Arte dos antigos D’ni. Com o tempo e a experiência ele impressionou a todos, pois provou ser muito talentoso, até mesmo superando seu próprio pai na confecção de Livros de Ligação. Isso também despertou a inveja de Gehn e esta cisma gerou muitos problemas para Atrus no decorrer de sua vida.

Pensando em um novo começo na Ilha MYST, Atrus e Catherine tiveram dois filhos, os quais eles amaram muito, chamados Sirrus e Achenar. Ambos tiveram uma infância normal e a medida que iam crescendo Atrus tratou de iniciá-los na antiga Arte dos Livros de Ligação. Mas Atrus sem querer ou inconscientemente acabou por mimar os meninos, lhes oferecendo uma série de Eras para visitação e interação.

Sirrus e Achenar nunca revelaram sua natureza hedionda até o inicio da vida adulta, quando Atrus e Catherine já não podiam mais controlá-los por completo. Sirrus e Achenar demonstraram uma natureza egoísta e hedonista. Disputando o poder, as riquezas, e os segredos de várias Eras habitadas. Inclusive destruíram algumas delas pelo caminho. Veja Exile.

Mas a sede dos dois jovens por riquezas e poder não parou aí. Primeiro eles trataram de destruir todos os Livros de Ligação de seu pai na Biblioteca, ateando fogo na maioria dos livros. Eles acreditavam desta forma evitar que outros viessem atrás deles após de efetivada a traição. Primeiro eles enganaram a própria mãe, dizendo a Catherine que Atrus havia partido para Riven. Então eles foram capazes de prender seu próprio pai, Atrus, dentro de um Livro Prisão, também o enganando a respeito da esposa. Depois se apossaram de dois livros muito valiosos. Contudo os jovens não sabiam que os dois livros em questão, um com capa vermelha e outro com capa azul, na verdade eram armadilhas criadas por Atrus para reter possíveis visitantes inescrupulosos da Ilha MYST, que buscassem poder e riqueza sacrificando novas Eras.

Atrus ficou chocado ao saber que seus próprios filhos foram capazes de utilizar estes livros, e sentiu-se traído quando ficou preso no Livro Prisão em K’veer. Mas o que estava feito não podia ser remediado. Neste momento de maior sofrimento Atrus não pode contar com Catherine, pois a jovem esposa já tinha partido para Riven, muito preocupada com o destino de Atrus, mas ao chegar em seu planeta natal, descobriu que devia salvar seu próprio povo das garras de Gehn e não pôde voltar para MYST. Veja Riven.

Como você acabou de constatar caro visitante, as histórias de MYST e Riven são muito próximas. Mas é importante entender a história de Atrus para poder entender melhor a aventura que você está preste a conhecer na Ilha MYST. Quando Atrus e Catherine prenderam Gehn em Riven, ambos foram obrigados a cair na Fenda Estelar. Gehn pensou a princípio que ambos haviam morrido e que o Livro de Ligação para a Ilha MYST estivesse perdido para sempre. Contudo Atrus e Catherine conseguiram voltar para a ilha antes do livro se perder na escuridão. Este livro tão importante veio parar na superfície da Terra e ao encontrá-lo você irá viajar até a Ilha MYST.

Ao chegar na Ilha MYST você notará que não há uma viva alma neste lugar. Catherine esta em Riven e Atrus foi aprisionado por seus filhos em um Livro Prisão. Sirrus e Achenar também estão presos. Sirrus está dentro de um Livro Prisão com capa vermelhaEra Spire e Achenar está dentro do Livro Prisão com capa azulEra Haven. Você irá encontrar estes dois livros na Biblioteca, o coração de toda a ilha. Depois de passear pela ilha, o seu objetivo será libertar um dos três personagens a sua escolha e tentar entender todo este novo mundo cheio de enigmas. Para libertar os personagens você terá que buscar páginas perdidas tanto na cor azul como na cor vermelha e decidir quem você libertará primeiro. Contudo haverá uma encruzilhada, coisa bem comum na temática da série. E talvez você escolha libertar a pessoa certa e ter êxito, ou talvez você liberte a pessoa errada para terminar sua jornada de uma forma nada amistosa. Conheça os lugares que você irá visitar ao desvendar os mistérios de MYST. Atenção: os dois Livros Prisão apenas serão visitados em MYST IV Revelation.

As Eras…

A Ilha MYST: o jogo inicia neste lugar fantástico. Aqui você encontrará a Biblioteca de Atrus e as várias construções que o levarão a determinadas Eras. Nestas Eras você procurará pelas páginas perdidas dos Livros Prisão azul e vermelho e encontrará vários enigmas e itens inusitados. Você precisará resolver estes enigmas para poder voltar para a Ilha MYST e talvez libertar seu maior aliado ou pior inimigo nesta aventura.

Era Channelwood: você terá acesso a este lugar, através da grande árvore atrás da Casa de Madeira no Bosque da ilha. Um lugar que lembra um grande pântano cheio de árvores e construções de madeira suspensas. Você ouvirá o som de grilos, sapos e pássaros o tempo todo. Neste lugar vivia uma raça de homens-macacos que nunca tocavam o chão. Leia o Diário de Channelwood.

Era Stoneship: você terá acesso a este lugar, através do navio afundado na Doca de Madeira. Esta Era é envolta em uma lenda que conta a história de Emmit, Branch e Will três náufragos que viviam na pequena ilha de pedra no centro de Stoneship. Para chegar em Stoneship você terá que usar a combinação de constelações, que estão no Livro Descritivo desta Era. Assim como os antigos navegadores você também se guiará. Leia o Diário de Stoneship.

Era Selenitic: você terá acesso a este lugar através da Nave Espacial que está ao lado da Biblioteca. Esta Era é um lugar insólito movido por códigos intrincados de sons criados pelo ambiente. O céu é sempre cheio de névoa e o chão é recheado de crateras, lembrando até mesmo planeta alienígena ermo, um lugar definitivamente enigmático. Leia o Diário de Selenitic.

Era Mechanical: você terá acesso a este lugar através da Grande Engrenagem na Colina de Pedra. Atrus levou seus dois filhos até esta Era e eles ajudaram na construção de um forte em torno das ruínas da principal cidade. Os habitantes tornaram-se mais fortes e derrotaram os inimigos com a ajuda de Atrus. Mas a bela cidade nunca mais reapareceu, ficou inundada e os habitantes foram viver no subterrâneo. Leia o Diário de Mechanical.

Visite também o F.A.Q. MYST I – Perguntas mais freqüentes sobre o jogo, para tirar suas dúvidas e conhecer os mapas de cada Era. Também sugiro uma leitura dos Diários de Atrus no setor Crônicas. Para saber mais sobre os personagens e os Livros de Ligação visite o setor Glossário.

Manual MYST I. Introdução ao jogo.
Manual MYST I – Personagens. Explicação da interface e traduções.
Manual MYST I – Ilha MYST. Chegando na Ilha, coletando pistas.
Manual MYST I – Era Channelwood. A Era das trilhas de madeira.
Manual MYST I – Era Stoneship. A Era do navio de pedra.
Manual MYST I – Era Selenitic. A Era dos sons…
Manual MYST I – Era Mechanical. A Era das engrenagens…
Manual MYST I – Ilha K’veer. Encontrando Atrus em K’veer.

Texto e comentários por: Adriana B. Portes.
Siga para os manuais dos jogos ou para Conhecendo os personagens